Prefeitura Municipal de Nova Odessa
Estado de São Paulo
Conteudo do Site da Prefeitura Municipal de Nova Odessa


Casos de Covid crescem, mas procura por vacina também aumenta em Nova Odessa em 2022; veja números

quarta-feira, 12 de janeiro de 2022
 
Como acontece em praticamente todas as regiões, os casos de Covid-19 vêm aumentando em Nova Odessa neste início de 2022, mas também a procura pelas vacinas, principalmente as doses de reforço (“terceira dose” ou “D3”). Segundo dados da Vigilância Epidemiológica, nos primeiros dez dias de janeiro deste ano, foram aplicadas uma média de 431,7 doses de reforço das vacinas disponíveis no município por dia, um aumento de 118% com relação à média diária de dezembro (que foi de 198,3).

Também nos primeiros dez dias de janeiro de 2022, Nova Odessa registrou média diária de 24,5 casos positivos de Covid-19. Nos dez primeiros dias do mês de dezembro, essa média foi de 7,5 casos por dia – ou seja, neste início de ano novo, o aumento é de 227%. Mas com uma diferença fundamental com relação aos 22 meses anteriores da pandemia: não houve ainda uma internação sequer de pacientes graves de Covid.

Segundo o secretário municipal de Saúde, Silvio Corsini, esse aumento de casos positivos é resultado do aumento das aglomerações durante as festas de fim de ano, bem como da introdução da nova variante ômicron, que aparenta ser mais transmissível que as anteriores.

“No entanto, a procura pelas vacinas também aumentou neste ano, principalmente das doses de reforço. Tanto os casos quanto a procura pela vacina vêm crescendo janeiro, mas não as internações. Isso é fruto da cobertura vacinal”, apontou Corsini.

Em Nova Odessa, as coberturas vacinais já são de 76,33% da população total com a primeira dose, 73,82% com esquema vacinal completo (segunda dose ou dose única), e de 18,93% com a “D3” (11.540 moradores já tomaram o reforço). Se levada em conta apenas a população elegível (com idades acima dos 12 anos), esses percentuais são bem maiores, na casa dos 90% com a “D1”, dos 85% com a “D2” e 25% com a “D3”. A cidade já aplicou, no total, 103.062 doses de vacinas contra a Covid-19. Acompanhe em http://www.novaodessa.sp.gov.br/coronavirus/painel.html.

Para o titular da pasta, “a população brasileira está percebendo a importância da vacinação, está percebendo o que é a ‘eficácia da vacina’, que ela realmente protege contra casos graves. Prova disso é que em Nova Odessa, mesmo com o aumento significativo dos novos casos de Covid nestes dez dias, não tivemos ainda casos graves que levassem a internação, e nossos leitos respiratórios continuam vazios”.

ATENDIMENTO MÉDICO

Segundo ele, a “explosão” na demanda por atendimento médico na Rede Municipal de Saúde tem sido agravada também pelos casos de gripe comum causados pela nova variante “Darwin” do vírus Influenza A H3N2, que não fazia parte da “fórmula” da vacina da gripe aplicada no ano passado.

“Aumentou nosso atendimento em geral desde o dia 1º/01. Mas quanto aos casos confirmados de Covid-19, estamos vendo que são sintomas leves, que as pessoas ainda não estão precisando de internação, e isso é claramente o efeito da vacinação. Então peço que todos tomem vacina, recomendem aos parentes e amigos que tomem a vacina – até porque os especialistas preveem sim um possível aumento das internações por Covid”, acrescentou o secretário.

“Com base nestes dados que temos, bem como nas projeções dos especialistas e epidemiologistas, a Secretaria de Saúde já está planejando formas de ampliar a capacidade de atendimento de pacientes com sintomas gripais em geral, visando sempre melhorar o conforto da população”, completou Corsini.

Em Nova Odessa, para facilitar, a vacinação contra a Covid-19 para todos os moradores com idades acima dos 12 anos acontece desde o último dia 06 de janeiro em todas as sete UBSs (Unidades Básicas de Saúde) da Rede Municipal, nos dias úteis, das 7h às 15h30.